Leia-Nova ficha para servos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leia-Nova ficha para servos

Mensagem por Njord em Qui Jul 12, 2012 9:23 pm

Users quero apenas lhes avisar que o fórum ainda está aqui. Estamos passando por um momento um tanto quanto difícil já que Odin teve que se ausentar. Apenas gostaria de pedir que voltem e que tragam amigos, legais por favor, para participar. Gostaria de lhes trazer de volta por isso por um tempo indeterminado vocês poderão ser aceitos preenchendo a seguinte ficha:

Nome:
Idade:
Desejo ser servo de:
Por que:
Oração: [Mínimo de cinco linhas]

_________________NORDIC MYTHOLOGY_________________

Njord, vanir senhor dos mares,deus dos ventos e da fertilidade

Daddy of Freyja e Frey

"Me aborreço nas colinas,
não fiquei muito por lá,
Apenas nove noites.
Detestei o uivo dos lobos,
se comparado ao canto dos cisnes."
avatar
Njord

Mensagens : 35
Data de inscrição : 17/06/2012

Ficha do personagem
Nivel: 99999999999999999999999999999999999
HP do Personagem:
999999999/999999999999  (999999999/999999999999)
MP do Personagem:
9999999999/9999999999  (9999999999/9999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leia-Nova ficha para servos

Mensagem por Dorian Von Cloud em Sex Jul 13, 2012 1:51 pm

Nome: Dorian Von Cloud
Idade: 19
Desejo ser servo de: Loki
Por que: Loki é um dos únicos deuses com os quais consigo me identificar. Sua inteligência, seu raciocinio e seus talentos são sem dúvidas para mim os maiores de Asgard.
Oração:
Grandioso Loki !
Deus da trapassa, da travessura e do fogo !
Teus grande planos sempre tem um grande impacto sobre o mundo
No fim, serás o grande general liderando o Ragnarok
És o melhor dentre os melhores
Em teu sangue, meio gigante meio divino, isto se mostra
Loki, és tu que tens o futuro do universo nas mãos
És Loki e isto é mais que qualquer outro !


Aceito, como servo de Loki, envie para Njord por mp os presentes escolhidos.
avatar
Dorian Von Cloud

Mensagens : 1
Data de inscrição : 11/07/2012
Localização : Aqui e ali, lá e acolá

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leia-Nova ficha para servos

Mensagem por Enrique d'Orgeron Ebanue em Sab Jul 14, 2012 11:38 am

Nome: Enrique d'Orgeron Ebanue
Idade: 17
Desejo ser servo de: Njord
Por que: Na verdade, eu desejava ser o próprio Njord, mas não consegui isso porque o fórum já tem este deus, então pensei em ser seguidor da divindade. Eu gosto de Njord porque ele abrange diversas áreas e porque prefiro os Vanir aos Aesir.
Oração:
❝ Supremo senhor dos mares, soberano dos Vanir. Abençoa-me com seu poder, faça com que minha alma seja lavada com a brisa que você controla com um simples movimento de seus olhos. Faça com que eu tenha a serenidade para enfrentar situações difíceis, assim como o mar em tempos de calma quando é agraciado com uma suave brisa. Faça também com que, quando for necessário, eu detenha a fúria e o poder dos oceanos quando tempestuosos, com que minha força se expalhe pelo mundo assim como suas ordens se espalham pelas águas que compoem toda a Terra. Mostre a todos e através de mim o poder que pode deter um fiel seguidor seu. Perdoe-me se em momentos de confusão duvidei de seu auxílio e agradeço por todas as vezes em que suas habilidades foram demonstradas em meu benefício. Por último, peço perdão por as vezes de decepcionar e que me auxilie sempre, em seu nome e glória. ❞


Aceito, como servo de Njord, envie por mp para mim quais presentes escolheu.
avatar
Enrique d'Orgeron Ebanue

Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/06/2012

Ficha do personagem
Nivel: 1
HP do Personagem:
500/500  (500/500)
MP do Personagem:
10/10  (10/10)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leia-Nova ficha para servos

Mensagem por Loshi Livk Kyev em Dom Ago 19, 2012 8:06 pm





Loshi Livk Kyev


idade:17
Desejo ser serva de:Loki
Por que:Simples sou manipuladora, fria e uma ótima mentirosa. Não eu não creio que Loki seja malvado ou do mal, apenas renegado e mal compreendido. Ta, talvez eu tenha escolhido ele por causa da fascinação que tenho por mentirosos compusciveis , mas creio que não tenha sido somente esse fato que tenha me levado a tal escolha.



[Somente administradores podem ver esta imagem]


História Você sente as mãos dele percorrerem agilmente seu corpo enquanto seus lábios gélidos traçam um caminho de beijos em seu pescoço, lhe causando deliciosos arrepios. Você não se lembra muito bem dos fatos que a levaram a estar ali, no branco de trás de uma caminhonete velha se agarrando com um estranho, ainda assim não se importa muito. Essa não seria a primeira vez que algo semelhante acontece e você nunca se encaixou mesmo no papel da “santinha puritana” ou da virgem convicta. Não Loshi, você é simplesmente uma vadia promíscua, isso, contudo, não te incomoda não é mesmo?

Então você caminha para casa satisfeita, fica feliz por morar perto de uma região com tantos pubs, as noites de verão sempre são sinônimo de diversão e, é claro, muita perversão. Quando você chega em casa simplesmente vai para seu quarto sem falar com ninguém. Mas você sabe o que acontecerá hoje, não sabe Loshi?

Então você caminha calmamente até a gaveta e a abre com cuidado, as batidas do rock ainda envolvendo seu corpo, e retira a seringa que fora escondida na noite anterior. Você fita aquele liquido amaldiçoado com um misto de desejo e culpa, você sabe que é errado, mas precisa daquilo, anseia pelo torpor, por aquela sensação de paz que só consegue assim. Hesita por um instante, mas não consegue se controlar e quando percebe a seringa já está em sua veia e seus dedos pálidos puxam o êmbolo desesperadamente.



Você desce as escadas monotonamente enquanto, com muito esforço, dissimula um sorriso. Sua única vontade é se trancar em seu quarto, mas sabe que sua mãe te mataria se você não comparecesse àquele estúpido jantar em família. Você, contudo, não entende a razão de estar presente em um lugar no qual todos irão te ignorar, vão fingir que você não existe e te tratar como se fosse invisível. Sua mãe também sabe disso e é justamente com esse objetivo que a obriga a sair de sua zona de conforto, ela adora te torturar e se sente em júbilo ao vê-la sofrer. Às vezes você se questiona como alguém pode ser tão cruel com a própria filha, mas ela é Katherine Livk Kyev, ser cruel é algo que está em seu sangue e evidente em cada ato de sua personalidade doentia.

Quando finalmente chega a grande sala da mansão Livk todos já estão reunidos, no entanto, ninguém nota sua presença, você já deveria estar acostumada, ainda assim no ápice da sua inocência e tomada por toda a doce esperança existente nas maiores profundezas de seu tolo e pobre coração, você ainda acredita que um dia as coisas possam mudar, ainda acredita que um dia finalmente despirá a capa de invisibilidade que há muito fora colocada sobre sua cabeça. Você ainda acredita que um dia será verdadeiramente amada...

Pobre L, pobre criaturinha ingênua e iludida... Pobre L que insiste em acreditar em românticas utopias e contos de fadas...

Não te contaram querida, que sonhos são para os tolos e que a esperança é a forma mais lenta e dolorosa de suicídio? Não te contaram criança que finais felizes só existem nos livros? Você deveria tê-los ouvido Loshi, você deveria se abster da ficção e de todos os meios que propaguem tais insanidades, assim você sofreria menos pequena, assim você evitaria grande parte da dor que carrega em seu coração frágil e infantil.

Você olha ao redor e todos continuam imersos em suas estúpidas conversas e você se encolhe em um canto pequeno da sala e ali permanece. Você vê como sua mãe conversa animadamente com sua tia e seu pai mantém a frieza e um diálogo formal com seu tio , não é como se você pudesse de fato esperar algo diferente de frieza de Josh Kyev, mas ainda assim você insiste em manter sua estúpida e infundada esperança.

Do outro lado da sala está sua irmã Ruby, uma cópia tão fiel de sua mãe que você se pergunta como duas pessoas podem ser tão parecidas. Ela é linda, inteligente, ambiciosa e o mais importante: uma mortal de verdade; a herdeira tão sonhada por seus pais e embora seja dois anos mais jovem que você é para ela que são destinados todo o afeto e admiração. Ruby é o orgulho da família, você é apenas um erro inconveniente, uma pedra no caminho da perfeição...
Ruby conversa com seu primo, mas ele não parece muito interessado no diálogo. O loiro volta seus olhos para a sala e lhe dirige um sorriso simpático, você gosta dele de como ele não finge que você não existe você gosta dele e de como ele não lhe trata diferente por ser lésbica.

Logo o jantar é servido e você fixa seus olhos no prato enquanto mexe desinteressadamente na comida. E durante todos os tortuosos minutos que se seguem é obrigada a ouvir seu tio se gabando sobre fantásticos feitos de seu primo na faculdade enquanto sua mãe lista todas as conquistas de Ruby. Você é brindada com a exposição da perfeição alheia e com a clareza da sua insignificância. Ninguém vai dizer como está orgulhoso de você, simplesmente porque ninguém se importa com você.


Você está tão determinada a ser sempre a melhor, tão desesperada para alcançar a perfeição que não se permite erros. Você tenta insanamente se destacar, apenas para conseguir migalhas de atenção e resquícios de admiração. Você só quer ser amada, mas esse parece um sonho muito distante.

Talvez se você ao menos fosse bonita sua mãe te amasse. Ela já lhe disse isso, parece que foi há muito tempo, mas as palavras ainda queimam em sua mente, ainda dilaceram seu coração. Você só tinha 12 anos e ela descarregou toda sua fúria e amargura em você. “O que eu fiz para merecer uma filha como você L? – ela disse acidamente. – Não bastava ser uma lésbica também precisava ser tão sem graça? Tão estúpida, inútil e desengonçada... Você nem mesmo é bonita Loshi! Você é apenas uma coisinha fraca e imprestável, uma vergonha para qualquer família.”

Você sente as lágrimas se formarem em seus olhos, mas as reprime violentamente. O tempo parece se arrastar, mas assim que seus tios finalmente partem você corre pelas escadas e se tranca em seu quarto. Deixa que as lágrimas finalmente corram livres por seu rosto enquanto caminha para o banheiro.

“Você nem mesmo é bonita Loshi!" As palavras a assombram, você sabe que é verdade e é essa certeza que a motiva a se ajoelhar no azulejo gélido e se livrar de todo o seu jantar.Esse é um ato tão freqüente que já faz parte da sua rotina, você não sabe quanto tempo fica ali, mas não para até não haver mais nada no estômago. As lágrimas continuam caindo e a dor em seu peito é tão grande que você sente que vai sufocar.

Estúpida. A voz grita em sua cabeça.
Você se levanta lentamente e caminha a passos trôpegos até uma pequena gaveta.
Inútil.
Você a abre devagar.
Desengonçada.
Retira a lâmina com cuidado enquanto suas mãos a seguram trêmulas.
Você nem mesmo é bonita.
Você faz o primeiro corte.
Coisinha fraca.
Mais lágrimas caem.
Imprestável.
O sangue corre.
Uma vergonha.
Dor. Dor física. E finalmente alívio...

Oh, doce L, criança tão ferida, garota tão quebrada, não se machuque mais, pequena. Não se destrua tanto anjinho. Você não merece sentir tanta dor e carregar tanta tristeza. Não se afunde em trevas, meu anjo,meu doce e puro anjo ferido...




played by Lu Sama! ♥


thanks [Somente administradores podem ver este link] ops.


Aceita, como serva de Loki, envie para Hela por mp os presentes escolhidos.
avatar
Loshi Livk Kyev

Mensagens : 1
Data de inscrição : 19/08/2012
Localização : Nem o FBI sabe

Ficha do personagem
Nivel: 1
HP do Personagem:
500/500  (500/500)
MP do Personagem:
10/10  (10/10)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leia-Nova ficha para servos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum